Proteger a sua vida pelo cumprimento de medidas de prevenção contra incêndios – Nos 790 fogo, seis mortos

Seis pessoas perderam a vida no ano passado e outras 16 ficaram feridos como resultado de mais de 790 dos incêndios registados no nível de Bihor município. Bombeiros chamar a atenção para o fato de que este tipo de eventos, resultando em danos à propriedade e, infelizmente, em alguns casos, com perda de vida, pode ser evitado por meio da observância de medidas de prevenção de incêndios.

A nível de Bihor condado, Inspecção de Situações de Emergência “Crisana” ações contínuas de informação e educação preventiva no âmbito do RISCO de “give it up. Improvisações são catastróficos!”, lançado em novembro de 2012, de RISCO, “a Segurança NÃO é um jogo de sorte!”, lançado em dezembro de 2013 “melhor prevenir, do que não ser”, lançado em setembro de 2016, realizadas campanhas de nível nacional, pela Inspecção-Geral para Situações de Emergência e E. NA Roménia, no âmbito da parceria “Junto de segurança”. O objetivo dessas campanhas de informação e educação preventiva, que visa reduzir o número de vítimas e danos materiais, através da sensibilização dos cidadãos com relação aos principais riscos a que eles se expõem, quando a operação chaminés desprotegido face dos elementos combustíveis, neetanșate ou descascados, aparelhos elétricos com defeito ou improvisado, no caso de uso indevido do meio de aquecimento que funciona a gás ou outros tipos de combustíveis, bem como, no caso de não-utilização de detectores de fumaça e incêndio. De acordo com estatísticas da Inspecção-Geral para Situações de Emergência (IGSU), nos últimos cinco anos, na Roménia, lá estavam, em média, a 6.200 incêndios em habitações, em que cerca de 350 pessoas ficaram feridas, e os outros 190 e perderam suas vidas. De 17 fogos registados diariamente em nível nacional, 6 são causados pelo funil de defeitos ou descascados. Mais grave é que, após esses infelizes eventos, o diário de uma pessoa é ferida, e a cada dois dias outra pessoa perde a sua vida. A nível de Bihor município, no ano de 2017, foram produzidos mais de 790 dos fogos, como resultado dos quais 6 pessoas morreram e outras 16 ficaram feridas. Este tipo de eventos, resultando em danos à propriedade e, infelizmente, em alguns casos, com perda de vida, pode ser evitado por meio da observância de medidas de prevenção de incêndios. Assim, a chamada de pessoal especializado – chaminés, para a chaminé para varrer a fumaça, enquanto o obscurecimento da chaminé continua a ser a mais comumente realizada a causa do incêndio produtos nas casas dos romenos; verificar e reparar chaminés, porque, em muitos casos, neetanșeizarea do sistema de escape de gás queimado gera o envenenamento por monóxido de carbono, e, a cada ano, dezenas de pessoas foram vítimas; os aparelhos de cozinha não deve ser usado para o aquecimento da casa. Eles devem ser usados de acordo com a finalidade a que se destina básica e constantemente supervisionados durante o seu uso; a verificação e reparo de instalações elétricas, executando apenas com a pessoal autorizado. Ao mesmo tempo, é absolutamente necessário que todos os componentes estão livres de defeitos (contactos solto, interruptores, tomadas, quadros de distribuição de resíduos), para ser substituído imediatamente, e corrigi-los para o fazer, sem improvisação. Para evitar quaisquer perigos potenciais, recomenda-se a montagem de detectores de gás no interior de instalações de uso, bem como detectores de incêndio.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *